Como Vender Pela Internet em 10 passos




Como Vender Pela Internet
As vendas pela internet somam mais de 60 bilhões de reais todos os anos. Aprenda como ter um e-commerce de sucesso e fazer vendas online.

Montar uma loja online hoje é uma exigência para a sobrevivência dos negócios, os quais observam cada vez mais os clientes deixando de ir aos estabelecimentos. Então surge uma dúvida: como vender bem pela internet?

Há muitos que pensam: basta ter uma loja virtual.

Mas não é bem assim!

Uma loja virtual para vender na internet nada mais é do que uma página disponível para todos, agora, o que garante que as pessoas acessem esse site, naveguem, comprem o produto e receba em sua casa, isso é um processo bem mais complicado.

Se você sempre quis trabalhar com venda de produtos pela internet e não tem ideia de como começar, este guia foi feito nos mínimos detalhes.

Aprenda como vender muito pela internet e ganhar dinheiro em 10 passos:

1. Analise de Viabilidade do Produto ou Serviço

Antes de pensar em vender pela internet é necessário estabelecer qual serviço ou produto oferecerá aos consumidores.

Para estabelecer qual é o melhor produto ou serviço a ser disponibilizado, deve-se observar os seguintes fatores:

700 Ideias de Negócios

  • Custo
  • Lucro
  • Concorrência
  • Grau de conhecimento na área

Faça uma boa pesquisa de mercado, isso ajudará a escolher o produto e o rumo a seguir, até mesmo sobre a viabilidade ou não do seu negócio.

Tem dúvidas sobre como fazer a análise de viabilidade da sua empresa? Veja mais sobre o assunto.

Custo

A análise de custos consiste em observar qual será o valor necessário para adquirir o produto, armazená-lo, disponibilizar para a venda, frete (entrega), valor com hospedagem do site, domínio, webdesigner (fazer o site e manutenção), entre outros.

É importante frisar que o custo não é tão somente o que você vai gastar para fazer o produto ou mão de obra em caso de serviço, mas sim TUDO que será gasto.

Nessa etapa é preciso encontrar bons fornecedores e unir o melhor custo x benefício na criação do site, hospedagem, plataforma, etc.




Em média,  o custo inicial para lançar um e-commerce (loja virtual) inicial varia entre R$ 6.000 e R$ 10.000 reais. 

Além disso, tem-se o valor médio mensal de R$ 1.000 a R$ 1.400 reais para uma loja pequena, penando já nas estratégias de marketing digital. Em estratégias mais agressivas o valor pode subir muito, em média, R$ 10.000 a R$ 15.000.

Lucro

Após analisar o custo para manter TODA A ATIVIDADE funcionando deve-se analisar o preço que será vendido seu produto, bem como o LUCRO.

O lucro não pode ser baixo, aconselha-se superior a 100%, lembrando que CUSTO É TUDO QUE IRÁ GASTAR.

Fazer um estudo e um plano de negócios em cima do custo x lucro para ficar sempre com saldo positivo é fundamental.


Vale lembrar, não é apenas “encontrar o preço certo”, mas sim se o cliente estará disposto a pagá-lo. De nada adianta chegar a um valor bom e no final ninguém comprar.

Concorrência

A concorrência talvez seja um dos fatores mais importantes a ser levado em consideração, ainda mais quando se trata de VENDAS PELA INTERNET.

Uma concorrência forte significa:

  • Muitas promoções e preços baixos.
  • Variedade de escolhas.
  • Produtos de boa qualidade.
  • Dificuldade em ranquear em motores de busca (será explicado posteriormente)
  • Concorrentes que investem em publicidade.

Por isso, aconselhamos a procurar um produto ou oferecer um serviço que não tenha uma concorrência fora do comum.

Vamos supor que deseje vender calçados de marca pela internet. Disputará mercado com nada menos que Centauro, Netshoes, Paquetá e Dafiti, e muitas outras pequenas empresas.

Assim, para ter chances de ganhar mercado, seu produto terá que ter um DIFERENCIAL, talvez o preço, propaganda, enfim, mas algo terá que se sobressair. Além de investir MUITO em marketing.

Agora, será mais fácil vender um produto que não tenha uma concorrência tão elevada, assim, aumentam-se as chances de sucesso no mercado online.

Grau de Conhecimento na Área

Ter conhecimento do produto ou serviço é fundamental, é melhor atuar em algo que se tenha conhecimento e ter uma forte concorrência do que buscar um nicho de mercado com baixa concorrência e sem ideia nenhuma de como funciona.

Por isso, aposte em algo que você tenha intimidade no assunto.

Há casos de empreendedores que ingressam em nichos fora da sua área de atuação, contudo, especializam-se, fazem cursos e contratam pessoas capacitadas (com conhecimento no nicho) para ajudá-lo.

2. Planejamento para vender pela internet

Antes de iniciar nas vendas pela internet, ou seja, montar uma loja virtual e hospedá-la, é necessário criar um plano de planejamento.

Nesse plano constará o passo a passo que será feito, pelo menos no início.

Dentre as informações constantes no planejamento de vendas online deve estar:

  1. Estrutura do site.
  2. Forma de envio dos produtos.
  3. Fornecedor, prazos.
  4. Público-alvo.
  5. Formas de publicidade e marketing digital a ser utilizadas.
  6. Data para inicio das atividades.
  7. Data e horário para manutenção do site e subida de novos produtos.
  8. Orçamento inicial de gastos e estimativa de lucro em determinado período.
  9. Demais informações que julgar interessante.

Caso você não consiga fazer tudo sozinho, principalmente quanto a manutenção da contabilidade, poderá contratar um escritório de contabilidade, o preço é bem em conta.

O planejamento deve ser seguido e mantido, podendo ser acrescentado ou até mesmo alterado, mas sempre faça um plano de planejamento para seu negócio.

3. Montar uma Loja Virtual

Montar a loja virtual ou o site é imprescindível para começar a vender pela internet, tanto um serviço quanto um produto.

Antes de falarmos da criação da loja virtual em si, vale lembrar que em todas as opções é preciso adquirir um domínio.

O domínio é o nome do seu site, por exemplo: seudominio.com.br. O custo médio para adquirir um domínio varia entre R$ 40,00 e R$ 55,00 reais ao ano (.com e .com.br). 

Para comprar o seu domínio pode usar sites como Godady, Hostgator, LocaWeb, Hostinger e o próprio RegistroBr.

Criar um site para vender na internet pode ser feito de três maneiras:

  • Plataforma de e-commerce pronta: melhor opção para quem não tem conhecimento técnico e precisa de qualidade e preço acessível. Pouca possibilidade de alterações e personalização.
  • Usando WordPress + Wocommerce: melhor opção para quem tem conhecimento técnico e deseja gastar pouco, mas ao mesmo tempo personalizar o site exatamente como deseja.
  • Desenvolvendo do zero: opção para quem possui um alto capital de investimento e pode pagar para um profissional especializado desenvolver do zero. O desempenho costuma ser melhor.

Vamos analisar mais a fundo as duas opções principais:

Plataformas de E-commerce – Loja Virtual

As plataformas de e-commerce entregam a loja virtual “pronta”, com uma plataforma gerenciável interativa e fácil de cadastrar novos produtos, alterar preços, inserir promoções etc. 

Juntamente, dependendo a plataforma, pode estar inserida a integração de pagamento e frete.

Assim, o pagamento mensal está inclusa a hospedagem (ambiente em que armazena o site para ficar disponível na internet e acessível a todos).

Veja algumas das opções:

WordPress + Wocommerce

O WordPress é um CMS (plataforma) em que é possível adicionar uma “extensão” chamada Wocommerce

Através desse plugin é criada toda uma estrutura de loja virtual, podendo-se cadastrar produtos, integrar meios de pagamento, frete, etc. 

Contudo, deve-se ter conhecimentos intermediários/avançados em wordpress e programação.

Hospedagem

Diferente da primeira opção, o Wocommerce exige a contratação separada de uma hospedagem. Para rodar uma loja virtual, o ideal é contratar uma hospedagem gerenciada.

Uma boa opção é a CloudWays, uma das mais baratas e rápidas. Mas se deseja algo no Brasil, há muitas outras, mas o valor é, em média, 10x mais caro (literalmente).

4. Integração da Plataforma de Pagamento no Site

O pagamento pelo produto vendido pela internet é feito através de sistemas ou plataformas, por isso será necessário cadastrar-se e inserir alguma em seu site.

Para fins de auxílio, iremos mencionar algumas das principais plataformas de pagamento e-commerce utilizadas:

  • Paypal
  • F2b
  • PagSeguro
  • Mercado Pago
  • IAP

Através da utilização de alguma dessas plataformas será possível receber o pagamentos online de forma muito prática e segura.

Importante: Todas as plataformas cobram uma TAXA sobre o valor transferido/venda, sendo assim, leve em consideração no momento de formar o CUSTO e PREÇO do produto.

Veja um pouco mais sobre sistemas de loja virtual.

5. Marketing Digital

A publicidade deve ser uma constante preocupação do empresário quando se trata de vendas pela internet.

Para isso existe o marketing digital. Este abrange uma vasta quantidade de estratégias, que podem ir desde anúncios patrocinados até verdadeiras técnicas de PNL aplicadas em sistemas complexos de automação de e-mail marketing.

Dentre as estratégias de marketing digital, uma em especial tem de ser levada AINDA MAIS A SÉRIO, pois é responsável por alavancar o negócio e, futuramente, sem custos. Estamos falando de SEO.

SEO

Estratégias de marketing para vender pela internet
SEO ou otimização para motores de busca é uma das estratégias de marketing com alto potencial de retorno.

Ao pensar e pesquisar para montar uma empresa para vender pela internet com certeza se deparará inúmeras vezes com o termo SEO.

A expressão SEO significa Search Engine Optimization, ou seja, adaptar o site para mecanismos de buscas como Google, Yahoo e Bing.

Otimizar a loja virtual para os mecanismos de busca é o ponto chave para obter sucesso nas vendas pela internet, já que 90% dos usuários que efetuam a compra na internet “chegam” através do direcionamento dos motores de buscas.

E o que isso significa?

Simples, caso o seu site esteja entre os primeiros mostrados no Google para determinadas pesquisas, provavelmente terá muitas visitas em seu site, ocasionando em vendas, desde que possua um bom produto, preço compatível e sistema de relacionamento eficiente.

Aparentemente parece fácil ganhar dinheiro com a venda, “basta” manter a loja virtual bem posicionada nos motores de busca e ter muitas visitas! NÃO É TÃO SIMPLES ASSIM!!!

Estar bem posicionado depende de uma série de fatores, os quais somam “pontuação”.

Veja, há palavras chaves buscadas que a concorrência extrapola (e muito) a casa do milhão: 

como-vender-pela-internet-seo
33 milhões de concorrentes para comprar calçados femininos

Abaixo descrevemos de forma simples os principais fatores que influenciam no posicionamento nos motores de busca:

  • Palavras chaves: utilizar as palavras chaves corretas aumenta as chances de ranquear para termos com buscas.
  • Links Internos: utilizar em textos internos links que direcionam para outros locais do site.
  • Links Externos: esse fator é de suma importância, ter outros sites com links que apontam para o seu site aumenta seu “poder” e autoridade perante os mecanismos de busca.
  • Conteúdo de qualidade: um bom conteúdo faz com que o usuário permaneça mais tempo no site, essa média de tempo faz com que os mecanismos de busca interpretem o site como de maior qualidade.
  • Títulos: Os títulos de cada produto e até mesmo do site devem ser estudados e estar de acordo com os termos utilizados nas buscas dos usuários.
  • Domínio: O domínio deve ter relação com o produto vendido, ou seja, supondo que você venda calçados, utilizar um domínio como (calcadosbaratos.com) está adequado, contudo, contrario seria se utilizasse (voceencontraaqui).
  • Imagens: As imagens devem conter um “título”, não deixe como nome da imagem caracteres quaisquer, utilize algo relacionado, como por exemplo (tênis-nike-rosa) ao invés de (figura123), pois os mecanismos de busca não podem ler imagens, mas apenas o “texto/título” da imagem.

Tomando um cuidado especial com todos esses tópicos seu site estará bem ranqueado nos motores de buscas, porém, leva-se tempo.

Principais Estratégias de Marketing Digital para Vendas Online

Fizemos uma lista com as estratégias de marketing digital mais utilizadas e, se bem trabalhadas, com ótimos resultados. Confira:

  • Anúncios patrocinados no Google (Adwords) e redes sociais (FaceAds);
  • Patrocinar vídeos curtos no Youtube tem trazido bons resultados;
  • Chatbots para criar interações com consumidores;
  • E-mail marketing;
  • Relacionamento com os clientes no WhatsApp;
  • Publicação em grupos do Facebook;
  • Inbound Marketing;
  • Funil de vendas;
  • Jornada do cliente;
  • Chat online (aumenta bastante a conversão);
  • Aceitar afiliações;
  • Contratar influenciadores.

6. Automação

O motivo para cada vez mais as pessoas buscarem montar negócios na internet e vender produtos online é, justamente, a automação. Ela é o ponto chave, o que faz os negócios virtuais serem um verdadeiro sucesso.

Veja, o que se deseja é vender 24 horas por dia, tudo de forma automática, o famoso “ganhar dinheiro dormindo”. Isso só é possível por causa da automação.

Claro, não é “tão simples assim”, ainda é preciso trabalhar, mas a verdade é que o site permanece trabalhando para você enquanto você estiver fora.

A automação para vender pela internet envolverá:

  • Um site online 24h por dia, fazendo vendas;
  • Cash out (colocar no carrinho), retirar do carrinho, escolher forma de pagamento, imprimir boleto, pagar por cartão de crédito, parcelar, tudo automático;
  • Depois da compra confirmada, uma nota de pedido é realizada automaticamente no estoque, juntamente com os dados de endereço, etc.
  • O estoque separa a mercadoria e leva aos correios. Automaticamente é realizado o envio com os dados de rastreio para o e-mail cadastrado;

Perceba que mais de 90% do processo de vendas utilizando a internet é realizado de forma automática.

7. Frete e Entrega

O frete e a entrega do produto ou serviço estão entre as maiores reclamações dos consumidores. Em sites como o Reclame Aqui é possível encontrar milhares de pessoas com problemas.

Normalmente, os erros nessa etapa são:

  • Alto custo;
  • Demora no prazo de frete;
  • Atrasos;
  • Envio de mercadoria errada;
  • Erro na integração do sistema de pedido/envio;
  • Gestão de estoque ineficaz;
  • Erro n processamento do pagamento por falha do payout (sistema de pagamento);
  • Falta de relacionamento com o cliente (envio de código de rastreamento, e-mails informando a compra, etc).
  • Confusão no preenchimento de dados de endereço;
  • Mercadorias danificadas durante o transporte.

Esses acontecimentos prejudicam a imagem da marca, reduz a taxa de conversão, acarretam em reviews negativos, reclamações e diminuição no faturamento, cuidado!

Veja algumas dicas importantes para manter essas áreas funcionando corretamente no seu negócio:

Dicas:

  • Informe o prazo de frete antes da compra, juntamente com o valor.
  • Considere 1 a 2 dias a mais no prazo do frete para diminuir os riscos de expectativa e atraso do cliente.
  • Contrate um sistema de gestão de pagamento eficiente e profissional.
  • Invista no controle de estoque.
  • Analise a possibilidade de contratar uma empresa privada de entrega, às vezes pode ser a melhor opção, tanto de custo quanto em prazo para entrega.
  • Faça a integração de compra e envio de e-mails dos detalhes, código de rastreio e demais informações pertinentes.
  • Mantenha um chat online na loja para tirar dúvidas.
  • Crie um processo de revisão antes do envio do produto, isso diminui os riscos de enviar errado.

Importante: Utilize o sistema integrado dos correios para que o usuário possa “simular” o valor do frete para o envio do produto, bastando que digite o seu CEP e escolha a modalidade do envio (pac / sedex).

8. Garantia de Produto e Estorno

Informe em um lugar bem visível e de fácil acesso sobre a garantia do produto vendido, explicando exatamente como proceder caso aconteça algum imprevisto.

Disponibilizar um canal de comunicação exclusivo para reclamações, estornos e trocas (chat ou call center, por exemplo) é uma excelente maneira de aumenta a conversão.

Expor esse tipo de informação traz credibilidade para a empresa, podendo ser um diferencial no momento da compra e reduzir parte das objeções do consumidor.

Informe também em um local BEM VISÍVEL o CNPJ da empresa!

9. SAC e Chat Online

Por experiência própria posso afirmar que a existência de um chat online no site acrescenta em até 40% o percentual de conversão de visitas em vendas bem sucedidas.

Qualquer dúvida que o usuário tenha, desde a entrega até a existência de desconto pode ser retirada através do chat online.

Vou ainda mais longe, melhor se incorporar um Chat Online Automático que abrirá quando o visitante acessar o site, assim você poderá “persuadi-lo” a comprar o produto.

chat para vender onlineLembre-se que o cliente é o sucesso do seu negócio e conseguir a fidelidade dele é o seu foco.

10. Relacionamento com o cliente

O relacionamento com o cliente, também conhecido como marketing de relacionamento é responsável por fidelizar e criar interações, aumentando a taxa de conversão e o ticket médio.

Para conseguir um bom relacionamento com o cliente algumas estratégias são utilizadas, são elas:

  • Publicações e interações em redes sociais;
  • Automação de e-mail marketing;
  • Chat online e chatbots;
  • Call Center;
  • Marketing de conteúdo ou inbound marketing.

É possível criar outras estratégias, o importante é conseguir com que os clientes interajam, confiem na marca e melhore o branding

Todo negócio, seja de vendas pela internet ou uma loja física precisa de planejamento, análise de viabilidade, gestão, entre outros fatores. 

Se você tem dúvidas quanto a isso, assista este vídeo e evite perder dinheiro com seu negócio!

Gostou do texto? Comece agora a vender pela internet e lucrar! Deixe suas dúvidas nos comentários.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes




 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

1 COMENTÁRIO

  1. Olá
    Gostaria de receber informações de como montar um Site de Vendas pela Internet com pouco investimento ou gratuitamente.
    Dilson

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here