Como ser paisagista – 6 Passos para Iniciar na Profissão com Sucesso

Como Ser PaisagistaMais complexo que a jardinagem, o paisagismo está relacionado com áreas do conhecimento humano, como arquitetura, agronomia, desenhos geométricos, belas áreas e outras. As plantas são elementos vivos e o paisagista deverá estar em íntima relação com os principais conceitos que as envolve, podendo utilizá-las na composição de jardins, áreas de lazer, caminhos, pavimentação e outros locais paisagísticos.

Tudo isso deverá estar de forma cabível no ambiente que abrigará este cenário e, além do paisagista conhecer estes pontos mais específicos, deve adequar a iluminação, cores, tamanho e área útil para o desenvolvimento de locais com paisagismo. Noções de arquitetura são de excelente valia para o empreendedor desta área.

Como ser paisagista – O profissional

Não existe curso superior de paisagista e a área é bem eclética, podendo o profissional estar mesclado em assuntos relacionados à engenharia, arquitetura e agronomia, sem que a necessidade destes profissionais fique comprometida num mesmo contexto.

Evite Cometer o ERRO dos Empreendedores de 1ª Viagem!

Saiba quais são as 3 perguntas que você deve responder antes de iniciar o negócio para proteger seu investimento e aumentar suas chances de sucesso. Saiba mais.


Cada profissional tem a sua função e o paisagista reúne as principais formas de se montar um ambiente paisagístico. Os cursos superiores em Arquitetura e Urbanismo falam bastante sobre paisagismo e diversas matérias abordam especificamente os assuntos pertinentes para a formação de um profissional.

Daqui a algum tempo, o Ministério da Educação, provavelmente, terá uma solução para a formação específica de como ser paisagista e o mercado se encarregará de se auto ampliar.

Como ser paisagista – Mercado

O mercado ainda é elitizado no Brasil e então as pessoas de classes sociais mais altas são realmente as que mais pedem os serviços dos profissionais paisagistas. Com a situação que o Brasil se encontra hoje (aumento da participação da classe C na economia), num futuro próximo, o paisagista já será chamado para fazer planos de paisagismo em residências de pessoas consideradas menos nobres.

Os empresários do ramo afirmam que o mercado está em expansão e, com os preços dos serviços mais baixos, uma parcela maior de consumidores vem se interessando pela atividade, tornando-a atraente, principalmente para os empreendedores. Uma pesquisa deve ser feita em relação à forma de trabalho da concorrência.

Como ser paisagista – Estrutura

O mínimo que se pode esperar de um estabelecimento que trate de paisagismo são 20 m² de estrutura. Deverão ser instalados o escritório e a distribuição de equipamentos. Basicamente, são ferramentas de jardinagem, máquinas que cortam grama movidas a diesel, aparadoras, costais, veículos utilitários e móveis de escritório. Os costais são pequenas cortadoras de grama, que tratam de superfícies irregulares. As aparadoras ideais têm fios de náilon e o veículo próprio para paisagistas é o tipo picape aberto ou fechado.

Investimento Inicial – Como ser paisagista

O valor estimado para um empreendimento básico é de R$20.000,00 e para que haja sucesso nesta empreitada, o book de seus trabalhos deve ficar pronto o mais rápido possível, para que os clientes possam ter um contato mais próximo com a forma de trabalho do paisagista.

As pessoas gostam de se espelhar em trabalhos prévios e conferir os acertos e erros dos profissionais de serviços, principalmente os relacionados à decoração.

Geralmente, opta-se por cobrar aos clientes 50% do valor total do serviço quando o paisagista começa um projeto e os outros 50% são pagos ao fim do trabalho. A estética é muito importante, principalmente para os clientes mais exigentes. Assim, o conhecimento nas novas tendências e técnicas de jardinagem, luzes e objetos decorativos acessórios devem ser conhecidos pelo profissional.

Dicas importantes de como ser paisagista

A comunicação é uma arma que o empreendedor pode e deve usar a seu favor, primeiramente com a visita a estabelecimentos afins. Uma conversa com pessoas que estão no ramo pode abrir a mente e fazer as ideias fluírem. As entidades de classe, sindicatos e outras pessoas afins podem ter informações importantes que sejam do interesse do paisagista. A dica é correr atrás de informações.

O empreendedor pode trabalhar com vários outros tipos de serviços. O paisagismo complementa os projetos civis, a construção civil e o trabalho de muitos profissionais e a dica é aproveitar isto e firmar parcerias com outros empreendedores, fornecedores e estabelecimentos que podem ajudar na divulgação do paisagista.

O contato com o consumidor é muito importante e deve estar sempre pautado no bom atendimento ao cliente.

Perfil do Empreendedor – Como ser paisagista

As pessoas procuram um paisagista que pense igual a ela, por isso as opiniões contrárias ou diferentes das expostas pelos clientes podem comprometer a decisão dele de fazer a contratação. Talvez seja melhor sugerir e não criticar. Cuidados como este podem fazer o empreendedor ganhar mais popularidade e conseguir sucesso, principalmente com os clientes mais exigentes.

Algumas características são importantes para ser um paisagista, como a abertura do profissional para uma infinidade de projetos diferentes, flexibilidade e disponibilidade de horários, responsabilidade, pontualidade, atenção e muita paciência. A decoração, como um todo, exige conhecimentos com tendências que, muitas vezes, estão fora do olhar de quem está no Brasil e a dica é procurar as principais revistas e sites que exponham o que está vindo de novo em relação a tecnologias e novidades do setor.

★ Dica Importante!

Para qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Para isso, estude em livros, contrate uma consultoria ou use o Kit Novo Negócio.

Enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


Artigo anteriorComo saber quando começar seu próprio negócio
Próximo artigoComo Começar Uma Criação de Frangos de Granja
Administrador de Empresas pela UEG, Personal e Business Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, Consultor, Pai de Três, Marido e Empreendedor. Atuou na Algar Telecom, SEBRAE e em vários pequenos negócios. Aficionado por criação de negócios, gestão e mentalidade empreendedora. Também criou o Kit Novo Negócio, o qual já contribuiu com mais de 8 mil empreendedores em vários países.

7 COMENTÁRIOS

  1. boa tarde a todos vejo que os demas amigos que comentaram acima também tem a mesma vontade que eu tenho de ser torna hum. empresario no ramo de jardinagem e paisagismo gostaria de troca algumas ideias eperiencia com voces. pois ja trabalho com isso tenho rocadeira moto serra cartao de visitas e outras coisas mas oque me falta mesmo e o conhecimento pra engresa nesta area qualqué coisa meu zap e este 021987898418 talves alguns de voces tenha o enterese de trabalharmos juntos abraços

  2. Oi, tenho vontade de ter uma empresa de jardinagem e paisagismo,só que não tenho formação em arquitetura ou os outros que comentou acima. Só posso entrar nesta área com a graduação? Ou já existe cursos técnicos pra isso? Gabriela de Souza.

  3. Referente ao tópico da matéria sobre (Como ser paisagista – O profissional), gostaria de informar que no Brasil existe SIM, o curso de graduação em Paisagismo e é oferecido pela UFRJ.
    O curso forma bacharéis em Composição Paisagística (Paisagistas) faz parte da Escola de Belas Artes da UFRJ e é o único em nível de graduação no país. Criado em 1972 foi reconhecido pelo Conselho Federal de Educação do MEC, pela Portaria n ° 1.082, de 29 de outubro de 1979, no Diário Oficial da União, de 30 de outubro de 1979.

    Tem o objetivo de habilitar o estudante a atuar nos espaços livres de edificação. O estudante é levado a pensar a produção dos espaços livres de edificação na cidade, analisando-os, organizando-os e projetando-os de forma consciente e crítica, desde os espaços residenciais às praças e aos parques urbanos. Sua formação enfatiza o desenvolvimento de conhecimentos técnicos, artísticos e funcionais, privilegiando o homem e o meio ambiente, com base nas características ambientais, sócioeconômicas e culturais da area de intervenção.
    O Curso é oferecido em quatro anos (oito períodos letivos) e está dividido em dois módulos: básico e profissional, com duração de dois anos cada. No primeiro módulo, estão as disciplinas de cunho teórico, de desenvolvimento criativo e de reflexão crítica, enquanto as do segundo módulo são pertinentes ao ciclo profissional, com direcionamento à formação do paisagista propriamente dito.

  4. Bom Dia tenho vontade de abrir minha impresa de paisagismo e manutenções e ornamentações pois trabalho com jardins e manutenção desdo 13 anos de idade com meu padastro e hj penso em montar meu propio negocio mas tenho poucos recursos financeiros ja fiz alguns trabalhos mas minha pergunta e tem alguma forma de obter alguma ajuda como por exemplo montar site gratuito divulgação eletronica alguns coisa nesse genero

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here