Ideias de Negocios

Como Montar Um Pet Shop E Ter Sucesso em 8 Passos [2021]

Compartilhe!
OFERTA ESPECIAL por tempo limitado...
DE R$97 por R$ 0 [GRÁTIS].

Quer aprender como montar um pet shop? Confira aqui todas as informações necessárias para abrir um pet shop!

Gosta de animais? Sente que tem certa aproximação com eles? Cursou medicina veterinária ou tem algum amigo no ramo?

Montar um pet shop é um negócio lucrativo e que está em expansão.

Evite Cometer o ERRO dos Empreendedores de 1ª Viagem!

Saiba quais são as 3 perguntas que você deve responder antes de iniciar o negócio para proteger seu investimento e aumentar suas chances de sucesso. Saiba mais.


Afinal, existem cada vez mais pessoas apegadas a animais, e que acabam por cuidá-los com os maiores mimos.

Para se ter uma ideia, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) o Brasil é o quarto maior país em população total de animais de estimação, com um total de 132,4 milhões de pets bem cuidados em todo o território.

Por que montar um pet shop?

Muitas pessoas pensam em pet shop como estabelecimento de banho e tosa.

Contudo, ele não se limita a isso.

Um pet shop oferece serviços de venda de rações, brinquedos e até medicamentos para animais, sem contar no fato de prestar auxílio veterinário.

O crescimento do mercado pet é evidente e tem sido demonstrado por meio de pesquisas eficientes.

Veja a seguir alguns dados que, com certeza,  farão você analisar com atenção a opção de montar um pet shop:

  • O crescimento do segmento é de 23% anual;
  • Existem no Brasil cerca de 41 mil pet shops;
  • Estima-se que existam mais de 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos domesticados no Brasil;
  • O Brasil é considerado o maior mercado pet do mundo;
  • O mercado pet já representa 0,31% do PIB brasileiro;
  • Estima-se que até 2020 o faturamento no ramo será de 20 bilhões anuais no País.

Com essas informações, resta evidente que pode ser um bom negócio abrir um pet shop.

Além dessas, ainda existem outras vantagens da opção.

Por exemplo, a sazonalidade de demanda no mercado pet é quase nula, já que os proprietários de animais precisam alimentar os bichos com boas rações durante o ano todo, tomar os devidos cuidados médicos e cuidar da sua higiene.

Embora possa ser um ótimo mercado de atuação, montar um pet shop é uma tarefa árdua e que exige dedicação, profissionalismo, estudo e planejamento.

Ademais, é fundamental ter muita atenção às normas do Conselho Federal de Medicina Veterinária, o qual, inclusive, publicou a  resolução 1069/2014. ª A norma traz diversas mudanças nas regras do ramo, sendo que as principais serão tratadas ao final desse post.

Está pronto para aprender agora mesmo tudo que você precisa sobre como montar um pet shop? Aproveite!

8 Dicas De Como Montar Um Pet Shop De Sucesso

1- Como Elaborar O Plano De Negócios Ao Montar Um Pet Shop

O primeiro passo ao se objetivar montar um pet shop é elaborar um bom plano de negócios.

Dito isso, talvez você esteja se perguntando: em que consiste exatamente um plano de negócios?

O plano de negócios é uma ferramenta que objetiva fornecer elementos a serem seguidos durante o curso da sua empresa, desde a abertura/planejamento, até o momento em que ela já esteja estável.

Por exemplo: em um plano de negócios deverá conter o que será feito; local em que será montado o pet shop e as características que ele deve possuir; orçamento inicial (investimento); equipamentos que precisam ser adquiridos para abrir o estabelecimento, e até mesmo os que precisarão ser comprados nos próximos meses; capital de giro necessário; funcionários  e seus critérios de escolha) etc.

Enfim, o plano de negócios é  um documento que irá balizar toda a administração de uma empresa.

Ao ter um plano de negócios, raramente você ficará “perdido”, sem saber o que fazer para dar continuidade ao empreendimento.

Além disso, o documento cria a possibilidade de prever dificuldades e formas de diminuir seus impactos.

Por isso, o primeiro passo para quem deseja montar um pet shop é sentar na cadeira, pegar um papel ou computador, e descrever tudo que precisará ser feito de forma minuciosa, com os devidos critérios e etapas a serem observados.

2- Escolha Do Local Para Montar Um Pet Shop

Após elaborar o plano de negócios, você terá uma ideia dos valores que serão gastos, fornecedores e equipamentos.

Então, inicie a busca por um local para montar um pet shop.

Por que é importante produzir primeiro o plano de negócios?

Simples: caso o empresário não conheça seus gastos e necessidades, pode  alugar um espaço antes da hora.

Então, pagará meses de aluguel antes mesmo de  conseguir se mudar e começar realmente a operar as atividades.

Na busca do local ideal para montar um pet shop, você deve observar principalmente a localidade.

Encontre um estabelecimento que tenha fluxo de pessoas passando.

Isso porque, sua renda não se limitará a serviços de banho e tosa ou ao atendimento veterinário.

Junto a ela, aparecerão as vendas de produtos como rações, brinquedos e até mesmo suplementos para animais, que precisam ser visualizados em vitrines.

Esteja atento ao seu orçamento ao escolher o local para montar um pet shop.

Evite gastar mais do que pode e, se for preciso, aguarde mais alguns dias para montar o pet shop.

Pesquise diversas localidades e, com o tempo, o ambiente ideal  irá aparecer, pelo preço que você precisa.

3- Estrutura, Equipamentos E Produtos Para Montar Um Pet Shop

A estrutura, equipamentos e produtos de como montar um pet shop são essenciais para a abertura do pet shop.

Existe uma estrutura mínima para se montar um pet shop.

Inclusive, em alguns estados, como São Paulo, certas “divisões” são obrigatórias e regidas por dispositivos legais.

Por isso, é interessante que você pesquise a legislação específica à sua localidade.

Para montar o seu espaço, você precisará:

  • De um piso impermeável;
  • Sala separada para banho e tosa;
  • Sala para atendimento clínico;
  • Uma instalação para abrigar os animais;
  • Um local para deixar os animais para venda/doação, os quais, de acordo com a nova resolução 1069/2014, não devem estar presos em “gaiolas” ou expostos a situações de estresses.

No tocante aos equipamentos podemos destacar os indispensáveis.

São eles: banheira pequena, esguicho de água, mesa para pentear/secar, soprador, máquina de tosa profissional, secador, lâminas para a máquina de tosa, balcões, entre outros equipamentos básicos.

Existem outros equipamentos que podem auxiliar no seu pet shop.

Contudo, você pode adquiri-los apenas se houver demanda.

Já os produtos necessários se resumem, basicamente, ao que você irá vender ao montar um pet shop.

Dentre os itens mais comuns estão às rações, remédios, gaiolas, casinhas, camas etc.

No início do negócio, procure comprar em pequena quantidade, pois você ainda não terá noção da demanda.

Conforme o crescimento do seu negócio, você poderá perceber o quanto consegue revender de cada produto, contando com estoque mais robusto.

Encontrar bons fornecedores será um dos pontos decisivos ao montar um pet shop.

Isso uma vez que é preciso ter bons preços, marcas de qualidade, variedade de produtos, condições de pagamento e um prazo de entrega pequeno.

Leve em consideração esses fatores e escolha o fornecedor que se  adeque ao máximo às suas necessidades.

Também, lembre-se de pesquisar mais de um.

Isso garante seu poder de barganha,  já que a grande maioria tentará cobrir os preços dos seus concorrentes.

4- Quadro De Custos Ao Montar Um Pet Shop

Na hora de montar um pet shop, o ideal é montar o quadro de custos juntamente com o plano de negócios, tornando-o uma espécie de “anexo”.

O quadro de custos consiste em fazer uma planilha com todos os valores que serão gastos desde o primeiro mês até os próximos subsequentes (normalmente 4 meses posteriores à abertura da empresa).

Você pode comprar parte dos equipamentos no primeiro mês e parcelar os outros, por exemplo.

Logo, é necessário que conte com a previsão do que precisará arcar.

Assim, o aspecto financeiro do seu empreendimento não sairá do controle.

É necessário destacar, de qualquer modo, que o quadro de custos deve ser realizado antes e não depois da compra dos produtos e equipamentos.

Ele deve fornecer uma previsão de valores, e não a percepção do que já foi gasto.

Do contrário, não será possível planejar o caixa da empresa.

Um exemplo de quadro de custos pode ser visto  abaixo:

Como montar um pet shop é importante fazer uma planilha de custos para ajudar a organizar a vida financeira do pet shop.

5- Fatores Que Distinguem Um Pet Shop De Sucesso

Você quer montar um pet shop que faça sucesso ou ser apenas mais um entre os 40 mil que existem no Brasil?

Existem alguns pontos que distinguem um pet shop do outro e, basicamente, todos se referem ao atendimento e execução do trabalho.

Preço é importante? Sim, claro que é!

Mas você não precisa ter seu preço 50% mais baixo que o concorrente, mas sim um preço competitivo.

Esqueça essa história de querer baixar todo seu lucro para tentar ganhar clientes.

Esse fator não será o responsável por garantir o sucesso no seu pet shop.

São três os pontos principais que os proprietários de cães analisam para escolher o pet shop para seu animal de estimação:

  • Qualidade no atendimento;
  • Cuidados com os animais;
  • Qualidade no serviço prestado (aparência banho/tosa e cuidados veterinários).

Dessa forma, foque nesses três pontos básicos.

Assim, por mais que seu preço seja mais alto, os clientes preferirão o seu serviço em vez que qualquer outro.

Além do mais, rapidamente você conseguirá a fidelidade deles, o que é uma garantia de receita contínua

Em quais diferenciais investir?

Para chamar a atenção perante a concorrência, é também importante investir em diferenciais.

Um pet shop comum oferece serviços de embelezamento e atendimento veterinário dos pets.

Contudo, você também pode entregar opções de alojamento, como no caso da viagem dos donos, em que o animal precisa um lugar para ficar.

Outra opção interessante é entregar serviços de adestramento, ou mesmo de passeio com os animais.

Muitos dos donos não têm tempo suficiente para cuidar das atividades físicas do bichinho.

Logo, um pet shop que ofereça a opção pode ganhar bastante.

Ainda é importante disponibilizar em seu estabelecimento a opção de venda e aplicação de vacinas.

Assim como artigos diferenciados para os animais, como novos brinquedos ou suplementos alimentares.

Você, como empreendedor, precisa ficar atento às novidades que o mercado tem a oferecer.

As alternativas não acabaram, e vão variar de acordo com a sua criatividade.

Você pode, por exemplo, oferecer serviço para buscar e entregar os pets em domicílio.

Assim como aderir a atendimentos como a aromaterapia, banho de ofurô, hidratação de pelos e outros.

Lembre-se, em todo caso, que um pet shop pode atender bem mais do que cachorros e gatos, que são os animais de estimação mais comuns.

Além destes, você pode investir em aves, répteis (como tartarugas), hamsters e outros.

De qualquer modo, porém, é preciso limitar este “leque” de atendimento.

Do contrário, seu negócio poderá “se perder” e deixar a desejar nos atendimentos.

6- Nova Legislação Pet Shop – Resolução 1069/2014

A resolução 1069/2014 trouxe significativas mudanças no tocante aos pets shops, atingindo empresários do setor de surpresa e, inclusive, penalizando muitos, com multas de até R$ 10 mil .

A seguir, vamos elencar rapidamente os pontos que trouxeram modificações, para que você saiba como montar seu pet shop já dentro dos padrões da nova resolução vigente. Acompanhe!

O primeiro fator modificado pela resolução é que se tornou obrigatório ter um veterinário no pet shop.

Isso caso o estabelecimento ofereça serviços de atendimento médico-veterinário.

Caso não, o Superior Tribunal de Justiça já determinou a dispensabilidade do profissional, assim como do registro do estabelecimento no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

Também há a necessidade de que os funcionários responsáveis pelo banho e tosa tenham, obrigatoriamente, curso de banho e tosa.

Quando a resolução foi publicada, o curso de banho e tosa ainda era  bem pouco difundido, existindo em poucas localidades.

Com o passar dos anos, porém, tornou-se mais fácil encontrá-los, inclusive com opções certificadas pela internet.

No tocante às feiras de vendas e doações de animais, a nova resolução exige que, ao perceber os primeiros sintomas de que o animal está se sentindo estressado, o empresário deve providenciar a sua retirada do local.

O pet deve ser colocado, então, em um  ambiente apropriado, de modo que se sinta mais à vontade.

Ao mesmo tempo, os animais do pet shop não podem mais ser expostos em gaiolas.

A regra torna necessário providenciar um ambiente adequado, em que eles possam ficar “livres”.

Embora ainda não tenha entrado em vigor, um novo projeto de lei está para votação na câmara, o qual prevê a obrigatoriedade de câmeras para que os proprietários acompanhem os cuidados dos seus bichos no pet shop.

7- Exigências legais para montar um pet shop

Assim como qualquer outra empresa, um pet shop precisa realizar uma série de registros para se tornar apto a atuar.

É necessário, por exemplo, que ele faça seu registro na Prefeitura de sua cidade, para que obtenha um alvará de funcionamento.

Além deste, é preciso que a empresa faça seu cadastro nos seguintes órgãos:

  • Secretaria da Receita Federal (para obtenção do CNPJ);
  • Entidade Sindical Patronal;
  • Caixa Econômica Federal (para cadastramento no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”);
  • Secretaria Estadual de Fazenda;
  • Corpo de Bombeiros Militar (para vistoria que autorize o funcionamento do negócio);
  • Órgãos municipais ou estaduais de Meio Ambiente (para obtenção da licença ambiental );
  • Órgãos municipais e estaduais de vigilância sanitária (para obtenção da licença sanitária);
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (para autorização de funcionamento);
  • Instituto Brasileiro de Meio Ambiente – Ibama (para autorização de funcionamento caso o pet shop faça a venda de animais silvestres).

Aspectos tributários ao montar um pet shop

Somada a essas exigências, a empresa vai precisar quitar uma série de impostos.

Neste caso, é possível que ela se enquadre no Simples Nacional, de modo que possa fazer o pagamento dos tributos de forma facilitada.

O Simples é um regime que une diversos valores em um único documento.

Podem participar dele as Microempresas (ME) – que devem possuir lucro máximo de R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais)  por ano–, e as Empresas de Pequeno Porte (EPP), com faturamento anual de até R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).

O pet shop, então, deverá arcar com os seguintes valores:

  • IRPJ (Imposto De Renda Da Pessoa Jurídica);
  • ICMS (Imposto Sobre Circulação De Mercadorias E Serviços);
  • PIS (Programa De Integração Social);
  • CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido);
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • INSS (contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social);
  • ISS (Imposto sobre Serviços).

8- Faça o marketing do seu negócio!

Finalmente, para montar um pet shop de sucesso é fundamental investir em sua divulgação.

Um dos meios mais baratos de fazer isso é investir nas redes sociais, como Facebook e Instagram.

Quando conta com uma boa estratégia de Comunicação, uma empresa pode obter ótima visibilidade nos espaços.

Se possível, é interessante contratar um profissional em mídias sociais, que poderá planejar melhor as ações e obter resultados mais rápidos.

Você também precisa investir em uma bela fachada, que chame a atenção dos transeuntes e destaque o seu negócio.

Assim como em panfletos, outdoors e outros tipos de propaganda, sempre que possível. Muitos destes métodos, contudo, requerem certo gasto.

Por isso, é preciso planejar o marketing antes mesmo da abertura da empresa, inserindo-o em seu detalhado plano de negócio.

De qualquer forma, lembre-se que uma das divulgações mais eficazes é a boca a boca.

Ou seja, de um cliente indicando o seu serviço a outro.

Por isso, dedique-se ao seu consumidor.

Ofereça ótimos serviços e invista em promoções, cartões fidelidade e outras vantagens.

Caso seu usuário se sinta satisfeito, ele terá prazer em recomendá-lo.

Agora que sabe como montar um pet shop, que tal por em prática? Deixe seu comentário e cadastre seu e-mail para receber mais dicas de negócios!

Fique Atualizado
Receba Sacadas de Negócios Diretamente no seu E-mail

★ Dica Importante!

Para qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Para isso, estude em livros, contrate uma consultoria ou use o Kit Novo Negócio.

Enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


Vinicius Gonçalves

Administrador de Empresas pela UEG, Personal e Business Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, Consultor, Pai de Três, Marido e Empreendedor. Atuou na Algar Telecom, SEBRAE e em vários pequenos negócios. Aficionado por criação de negócios, gestão e mentalidade empreendedora. Também criou o Kit Novo Negócio, o qual já contribuiu com mais de 8 mil empreendedores em vários países.

Publicado por
Vinicius Gonçalves

→ NÃO monte seu negócio Sem Ver Este Vídeo. #É SÉRIO  VER AGORA ►