Pediram demissão. E agora?

0
77

Pediram demissão. E agora?Quem está em uma função gerencial vira e mexe fica frente a frente com uma questão: o pedido de demissão de um empregado. Muita vezes ele já é esperado, dá sinais. Entretanto, em outros momentos, te pega de surpresa, sem que nem, ao menos, você tenha sonhado com isso.

Empresas pequenas sofrem com esse fantasma. A equipe já é enxuta e fica difícil competir com melhores salários, melhores benefícios e um plano de carreira, oferecidos pelas grandes companhias. Resta, então, se preparar para lidar bem com o turnover. Isso inclui tentar reter os que ainda não se mexeram para sair, acertar novas contratações, remanejar atividades. “É importante tentar não causar grandes impactos com os que ficaram e com os clientes. É sempre um desafio”, pontua Heloisa Motoki, Diretora Administrativa e Financeira da Rede Mulher Empreendedora e sócia fundadora da Quali Contábil.

Há quatro anos empreendendo e com a última rescisão há quase dois anos, Heloísa foi surpreendida por dois pedidos de demissão em menos de quinze dias. “Uma das funcionárias recebeu propostas para mudar de área, atuar na sua área de formação, e a outra já havia participado do processo seletivo de uma grande empresa e foi chamada”, conta.

Evite Cometer o ERRO dos Empreendedores de 1ª Viagem!

Saiba quais são as 3 perguntas que você deve responder antes de iniciar o negócio para proteger seu investimento e aumentar suas chances de sucesso. Saiba mais.


Então, o melhor a fazer após o susto é manter a equipe e as atividades sob controle e trabalhar muito até que tudo se encaixe novamente. Não sabe por onde começar? A gente te ajuda:

– Conheça o processo:
Conhecer cada etapa do processo facilita em saber como, para quem e quando delegar. “Mas é importante que isso seja feita de forma preventiva, deixar para conhecer o processo depois do desligamento não irá ajudar”, ressalta Heloísa.

– Engaje a equipe:
Com a equipe engajada ficará mais fácil organizar as atividades e contar com o pessoal para colocar (ou manter) a casa em ordem. “Para quem fica essa deve ser uma oportunidade para aprender mais, crescer profissionalmente”, sugere a empreendedora.

– Planeje os trabalhos:
Até que haja a reposição da equipe é preciso saber separar o importante, do que é urgente. “É fundamental manter as atividades sob controle, não causando impacto para os clientes”, diz.

– Delegue sem “delargar”:
Uma das grandes dificuldades de empreendedoras é querer centralizar todas as atividades. “Essa é uma grande dificuldade para mim também, aos poucos estou treinando a equipe e redesenhando alguns processos”, finaliza Heloísa.

★ Dica Importante!

Qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Para isso, estude em livros, contrate uma consultoria ou use o Kit Novo Negócio.

Enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here