Internacionalização de redes: pontos principais

0
13

Internacionalização de redes: pontos principaisCom o mercado de franquias em pleno vapor – levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF) revelou que no ano de 2013 o setor faturou R$ 115 bilhões de reais e ganhou quase dez mil novos pontos de venda, gerando crescimento nacional de 11,9% – muitas redes estão apostando na internacionalização de suas marcas.

A internacionalização pode permitir à rede de franquia uma rápida expansão e tem grandes chances de ser um excelente negócio para franqueadora. Mas todo cuidado é pouco para que o resultado seja o sucesso. “Esse tipo de processo demanda o planejamento de forma consciente e com o domínio das regras e usos do comércio exterior”, ressalta Larissa Rocha Magalhães, advogada do escritório Cerveira Advogados Associados.

O primeiro passo para do planejamento deve ser o estudo da concorrência ou dos mercados não explorados, bem como dos potenciais clientes da rede. Mas existem outros pontos que jamais devem ser deixados de lado. “É importante a verificação dos costumes e idioma do local a ser instalada a franquia, já que o produto ou o serviço a ser comercializado pode não ser “adaptável” àquele mercado”, orienta Larissa.

Evite Cometer o ERRO dos Empreendedores de 1ª Viagem!

Saiba quais são as 3 perguntas que você deve responder antes de iniciar o negócio para proteger seu investimento e aumentar suas chances de sucesso. Saiba mais.


O papel do master-franqueado

Para representar a marca em outro país, existe o master franqueado, a figura que terá o controle da marca, na qualidade de empreendedor, mas que terá que pagar royalties à franqueadora, dona da marca. “Neste caso, é de suma importância verificar as barreiras econômicas, fiscais, ou até mesmo barreiras que diz respeitam à lucratividade. Ou seja, é preciso ajustar os valores a serem cobrados de forma que o negócio se mantenha lucrativo à todos os envolvidos”, observa.

E a escolha do master franqueado pode ser uma determinante para o sucesso do negócio. “Uma vez que ele será o representante da marca em solo estrangeiro e, portanto, terá de conhecer a marca e dominar todos os aspectos importantes para a internacionalização, tanto quanto a franqueadora, até mesmo porque terá de oferecer suporte aos seus próprios franqueados”, finaliza Larissa Magalhães.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

★ Dica Importante!

Qualquer negócio que você for montar é importante fazer um planejamento. Para isso, estude em livros, contrate uma consultoria ou use o Kit Novo Negócio.

Enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here